Homero Leoni Bazanini

 

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (2011), graduação em Psicologia pela Universidade Paulista (2014), mestrado em Comunicação pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (2014) atualização em Neurociência pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014) e em Ética Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (2015). Ministrou aulas na Universidade Municipal de São Caetano do Sul nas disciplinas filosofia e ética, filosofia e evolução das ideias sociais e sociologia aplicada aos negócios. Atua academicamente nos seguintes temas: Mídia e Imaginário, Teoria da Complexidade, Mídia e Mito, Relações familiares na mídia e Media Training. Atualmente é Doutorando em Comunicação Social pela Universidade Paulista (UNIP) na linha de pesquisa: Contribuições da mídia para a interação entre grupos sociais. Co-autor de dois livros: Psicologia e a sabedoria dos mitos e Filosofia e ética nas Ciências Sociais Aplicadas.

 

Currículo Lattes

Projeto de Pesquisa

 

As produções norte-americanas possuem um forte poder de propagação para outros países ocidentais midiatizados. Em nossa contemporaneidade, os seriados são cada vez mais assistidos, principalmente, pelas transformações dos aparatos tecnológicos. Logo, as produções norte-americanos através dos seriados afetam os seus consumidores, conforme o conceito de porosidade de Bóris Cyrulnik que discorre sobre a característica porosa, aberta e afetável do ser humano. O corpus da pesquisa é formado por 9 seriados norte americanos em 3 momentos distintos e contínuos. A pesquisa é bibliográfica de natureza qualitativa com o apoio do método da complexidade sugerida por Edgar Morin como um lembrete ao pesquisador sobre a completude, continuidade e paradoxos dos fenômenos. As considerações parciais da pesquisa está na possibilidade do enfraquecimento dos vínculos paternais nos seriados norte-americanos, ou seja, as relações de poder, de autoridade e a figura do sabe-tudo, principalmente concentrada na figura masculina, perdeu a centralidade, e contemporaneamente, existe a possibilidade de o imaginário cultural sobre a família ser representado pelos seriados norte-americanos através de outras modalidades de vínculos.

 

© Mídia e Imaginário - Grupo de Pesquisas em Mídia e Estudos do Imaginário.