20/09/2019

Parafraseando a consagrada frase de Simone de Beauvoir, ninguém nasce homem, torna-se homem. Assim, considera-se masculinidade, um conjunto de comportamentos e valores, comumente associados a meninos e homens que são construídos e reforçados por instituições sociais.

A experiência de masculinidade é variável para cada pessoa ao longo da vida, no entanto, existem crenças enraizadas no imaginário social sobre ‘o que é ser homem’ que moldam as expectativas grupais, formatam narrativas e plasmam comportamentos que induzem um modelo machista, patriarcal e violento. 

Pesquisa realizada pela ONU Mulheres e o Portal Papo de Homem aponta que construção da identidade masculina estereotípica é expressa em nove orientações básicas: cultura do herói, violência, heterossexualidade, restrição emocional, capital viril, pertencimento ao grupo, sexo, trabalho, provedor. Seguir essa receita implica integrar-se às expectativas de como os homens devem agir, sentir e falar. 

Essa lista, d...

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

© Mídia e Imaginário - Grupo de Pesquisas em Mídia e Estudos do Imaginário.